03 novembro, 2015

e quando você volta a gargalhar com gosto...

De repente você volta a sorrir... Sim, isso acontece, principalmente depois de um tempo que você percebe que esse gesto sumiu do seu dia a dia por fatos da vida. Depois de tanto tempo que você se colocou em uma balança para analisar a vida descobre o ato de gargalhar fazia muita falta. Mas quando ele vai surgir você nunca sabe. Ele pode surgir de algo bom, de algo muito bom, ou até de algo muito tonto. Me lembro de quando assisti pela primeira vez Sex and The City o Filme, Carry depois de ter seu casamento cancelado por um tempo(afinal depois ele aconteceu não é mesmo) ela se entregou a uns meses de depressão e a sua "lua de mel" inteira ha patica com a vida mesmo estando ao lado de suas amigas.Isso acontece?? Claro que sim. Aconteceu comigo e por longos 10 meses e 22 dias. Claro que sempre com as amigas dando uma super força, clientes e pessoas que sequer imaginam o quanto foram e estão sendo importante em cada momento. Sim, estou falando de um fim de um relacionamento que significou muito para mim e que mexeu demais comigo. Tive que fazer um período de analise absurdo, tanto com acompanhamento médico como com eu mesma lutando cada dia para ir superando. Seja com atividades físicas, trabalho, comendo(sim comi demais, e as vezes ainda como e com maior vontade do mundo), ora com atividades de lazer que não tinha a tempos, viajando e conhecendo pessoas das maneiras mais diferente possíveis. Mas vamos por partes, a primeira coisa que quero falar e sobre sorrir e gargalhar. Depois de passar três meses e vinte e oito dias chorando,(sim chorei muitooooo, e com vontade) colocando toda tristeza para fora resolvi que ia mudar muita coisa na minha vida a qualquer custo. E querendo ou não as coisas acontecem a seu tempo, não adianta forçar a barra e nem querer pular etapas. O luto existe sim, e cada um tem seu tempo de fazer ele passar. Mas voltando... Uma das coisas que sentia falta era de sorrir, gargalhar e hoje em dia isso voltou a acontecer mais de que imaginava. Primeiro resolvi incluir mais três palavrinhas simples no cotidiano que quase ninguém liga mas nossa fazem diferença enorme. Com Licença, Por Favor, e muito Obrigada! Não que eu não as usasse antes, mas hoje uso muito mais e percebo a diferença nas pessoas.Sabe quando um obrigada ao motorista do ônibus é retribuído com um sorriso. Isso faz você passar a ver as coisas diferente do que elas são. então resolvi tirar o ar sério que ainda tenho na maioria das horas por um sorriso no lugar, ou até mesmo pensar em coisas deliciosas que me fazer sorrir para todos os dias da minha vida. E esse simples gesto também mudou demais vida e vem mudando a cada dia que passa. Conversa com os amigos me arrancam gargalhadas, até mesmo as mais bobas por whats, vendo tv, videos na internet( Evelyn Regly me arranca as maiores gargalhadas e nem imagina) do nada vem aquela gargalhada absurda que eu me pergunto como pude ficar por tanto tempo sem fazer isso. Gente como é bom, sorrir, gargalhar, mas com gosto, daquelas que você se acha até tonta mas que preenche onde você esta, as que chegam até a doer a barriga, e faz até você chorar. Não tem preço no mundo que pague isso! Não mesmo! Acaba sendo também aquela velha frase. Quando você ver algo realmente engraçado e estiver pronta voltará a sorrir. E não é que é verdade este fato. Depois da tempestade vem o riso, a gargalhada e as lágrimas deixam de se de tristeza e se transformam em alegria. Por isso não adianta ter pressa de nada, tudo a seu tempo, e tudo na hora certa. Hoje em dia falo muito isso!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Layout por Designing Dreams © 2015 • Todos os direitos reservados •