09 setembro, 2011

Foi apenas mais um sonho...



Afinal de contas quem é você? Sempre que pego no sono você aparece do nada no meu sonho. Não importa onde eu esteja, se em uma montanha, em uma praia, em um rua, andando solta por ai. É como se você tivesse uma mascara e não me deixasse ver quem é você que sempre se aproxima e do nada se distância, como se eu fosse pegar um copo para você e ao olhar para sua direção você simplesmente some como se fosse um passe de mágicas. Estaria você brincando comigo ou com o tempo? Diante disso não tenho que fazer ao não ser ir vivendo um sonho após os outro e tentando descobrir esse mistério como se fosse uma daquelas histórias de mistérios que nunca tem um fim. Ai acordo, abro meus olhos, olho ao meu redor vejo um facho de luz em minha janela e me dou conta de que foi realmente apenas um sonho. Me levanto sem vontade querendo apenas ficar deitada pensando nessa séria de imagens suas em minha cabeça. Vou para cozinho coloco meu café para passar enquanto vou escovar meus dentes e olhando para o espelho a pergunta que não quer sair da minha cabeça continua. Quem é você, porque sempre aparece assim. Ao fim de minhas obrigações saio para meu curso, pego o elevador, na saída o sorriso do meu porteiro ao me dar bom dia é inevitável que eu também retribua. Coloco meus óculos, olho para o céu e ai sim mais um dia começa. Andando vou olhar para todos os cantos pensando...Quem sabe ele não aparece por aqui e eu finalmente identifico quem é você. Nada é impossível. Mas nessa minha distração o farol se fecha e um carro buzina. Peço desculpas e aguardo que o mesmo se abra novamente. Ao meu lado vejo uma amiga também em direção ao curso que me repara o quanto ando inquieta a alguns dias mas sempre sorrindo. Sim! Sorrindo... Não tenho como deixar de sorrir pois quando você aparece mesmo que por instantes e turvamente eu meu sonho a única coisa que consigo ver é simplesmente um sorriso e um olhar. Isso por um instante já pode ser o bastante. No meio da nada em minha mesa me pego fazendo uns rabiscos sem sentindo algum, mas como sempre tive esse costume a uns anos atrás nem me importo muito. A Aula acaba. mesmo estando cansada novamente na rua pegando um suco para dar uma refrescada no meu dia só penso e quero uma coisa...Que a noite chegue logo.. Chegue logo para que eu possa me deitar entre meus travesseiros fechar meus olhos e quem sabe finalmente descobrir quem é você.

Nina

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Layout por Designing Dreams © 2015 • Todos os direitos reservados •